Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Rio tem o 1º sábado após novas restrições contra a Covid; quiosques, ambulantes e barraqueiros estão proibidos nas praias

Retrições entraram em vigor na sexta-feira. Bares conseguiram liminar para ficarem abertos até 20h. Praia de Ipanema nesta sexta-feira (5) José Raphael Berredo/G1 O Rio entra neste sábado (6) no primeiro final de semana desde que foram decretadas restrições pela prefeitura para evitar a disseminação da Covid-19. Na noite de sexta, bares já tiveram que fechar mais cedo - chegaram a baixar as portas por volta das 17h, conforme o plano da prefeitura, mas uma liminar garantiu o funcionamento até 20h. Neste sábado, as restrições vão ter impacto nos frequentadores da orla da cidade: estão proibidos quiosques, ambulantes e barraqueiros – banho de mar, exercícios e permanência na areia estão liberados. Apesar de decreto, liminar amplia horário de funcionamento de bares e restaurantes Confira as outras restrições que entraram em funcionamento na sexta-feira e seguem em vigor até pelo menos quinta-feira (11), quando haverá uma nova avaliação da prefeitura: entre 23h e 5h, será proibido permanecer em ruas, espaços públicos e praças; a multa por descumprimento é de R$ 562,42 – a circulação está permitida. bares e restaurantes só poderão abrir das 6h às 20h (graças a liminar decretada ontem), e com 40% de ocupação, inclusive em shoppings centers — o take away (retirada) de alimentos também está proibido, mas o delivery (entrega) está liberado, inclusive fora do horário; Eventos, festas e rodas de samba também estão proibidos; Não podem funcionar boates, casas de espetáculo, feiras especiais, feiras de ambulantes e feirartes (artesanato) — feiras livres estão liberadas; atividades econômicas que têm atendimento presencial podem funcionar entre 6h e 20h, mas com circulação de público limitada a 40%. Nesta lista, estão: comércio, shopping center (exceto praças de alimentação, que vão operar até as 17h), academias, salões de beleza e cabeleireiros. supermercados e farmácias não entram nessa lista, pois são considerados serviços essenciais. Rio passa a ter novas regras restringindo atividades e aglomerações em vias públicas Outras cidades restringem No RJ, Niterói e São Gonçalo também anunciaram restrições. Em Niterói, as medidas valem por 15 dias. Bares e restaurantes só poderão funcionar até 18h, sem música ao vivo. Comércio de rua e shoppings terão novos horários, e quiosques das praias ficarão fechados. A prefeitura concedeu um prazo de três dias para que o setor de bares e restaurantes se adapte às medidas. São Gonçalo limitou o horário de bares e restaurantes para das 6h às 18h. No Nordeste, Maranhão e Sergipe adotaram novas medidas restritivas a partir desta sexta. No sábado (6) é a vez de São Paulo. No Sul, Santa Catarina entra no segundo fim de semana de restrições. A evolução da doença no RJ O número de solicitações de internações por Covid-19 aumentou no estado. Esse foi um dos motivos que levaram a prefeitura da capital a adotar medidas mais duras para combater a disseminação do novo coronavírus no município. Segundo dados da Secretaria de Estado de Saúde, houve 787 solicitações entre 18 e 24 de fevereiro e 868 pedidos entre 25 de fevereiro e 3 de março. O prefeito Eduardo Paes citou ainda outros três fatores que contribuíram para as medidas: o agravamento da pandemia em outros estados, o que não descarta que a situação se agrave no Rio; o alerta nacional da Fiocruz sobre o aumento do número de casos; o fato de que as pessoas não estão respeitando as restrições impostas.
Sat, 06 Mar 2021 06:00:38 -0000
Sabará segue a Onda Vermelha do Minas Consciente e endurece regras contra a Covid-19

Protocolos sanitários mais rígidos começam a valer a partir deste sábado (6), na cidade da Grande BH. Sabará, na Grande BH, inicia, neste sábado (6), protocolos da Onda Vermelha do Minas Consciente Reprodução / TV Globo As restrições impostas pela pandemia da Covid-19 alcançaram Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O município divulgou que, a partir deste sábado (6), começam a valer as regras da Onda Vermelha, na cidade, que segue o programa Minas Consciente, do governo de Minas. De acordo com o comunicado da prefeitura, nesta fase, os estabelecimentos comerciais devem cumprir protocolos mais rigorosos. Dentro das lojas, a lotação máxima é de uma pessoa para cada 10 metros quadrados. Também é responsabilidade do empreendimento o controle das filas dentro e fora do local. O uso de máscara continua obrigatório e eventos que provoquem aglomeração estão proibidos. Segundo o município, durante a reunião do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 na cidade, foram avaliados os indicadores epidemiológicos e assistenciais e o consequente aumento dos casos, além da constatação de variantes da doença. “Agora, mais do que nunca, precisamos da colaboração de todos. Temos nos esforçado ao máximo para garantir insumos, medicamentos, profissionais, enfim tudo aquilo necessário para atendimento. Porém, se cada um não fizer a sua parte, não conseguiremos frear a transmissão do vírus. Mais uma vez pedimos: conscientizem e colaborem”, disse o prefeito Wander Borges. De acordo com a última atualização do boletim epidemiológico de Sabará, na quinta-feira (4), o município confirmou 3.056 casos da doença, com 98 mortes. A maior concentração dos diagnósticos ficou na Sede (1.111), seguida pelo bairro Ana Lúcia (745) e General Carneiro (484). Os vídeos mais vistos do G1 Minas nos últimos dias:
Sat, 06 Mar 2021 05:59:49 -0000
Inovação no campo: aplicativo de celular permite acompanhar em tempo real o rebanho
Pequeno brinco na orelha consegue fazer a captação e o aplicativo registra localização, como está a alimentação e até se a fêmea entrou no cio. Gravação fica armazenada por 30 dias. Inovação no campo: aplicativo de celular permite acompanhar em tempo real o rebanho Nesta sexta (5), o Globo Repórter conta histórias de brasileiros que estão trocando as grandes cidades pela tranquilidade do interior e o repórter Dirceu Martins mostra que a tecnologia está facilitando muito, tanto esse movimento de migração, quanto a própria vida no campo. Em um sítio em Itirapina, a 220 quilômetros de São Paulo, o proprietário agora acompanha a rotina de seus animais ainda mais de perto. Através de um aplicativo de celular, ele consegue saber todos os movimentos e atividades de cada um deles. "Eu posso estar em casa em uma sexta à noite vendo o Globo Repórter e recebo um alerta sonoro no meu celular, um SMS, me avisando para eu entrar no aplicativo, que a vaca número tal entrou em atividade de cio, por exemplo", explica o dono. Tudo é captado por um pequeno brinco na orelha. A principal função da tecnologia é manter o ritmo do sítio, que tem a produção leiteira como principal atividade, o mais natural possível. As vacas gostam de rotina, elas querem fazer todos os dias o mesmo caminhozinho. A alimentação do rebanho também é acompanhada e todas as informações são armazenadas por 30 dias. Veja mais na reportagem, no vídeo acima.
Sat, 06 Mar 2021 03:51:02 -0000
Da cidade grande para o campo: veja histórias de brasileiros que resolveram mudar de vida

Brasileiros aproveitaram a quarentena e o home office para passar uma temporada em locais fora das grandes cidades; movimento já acontecia antes mesmo da pandemia se alastrar no país. Globo Repórter - 05/03/2021 Já pensou em largar tudo, deixar a correria das grandes cidades para trás e ir morar em um local cercado de natureza? Muitos brasileiros aproveitaram a quarentena e o home office para passar uma temporada em locais fora das grandes cidades, mas esse movimento já vinha acontecendo antes mesmo da pandemia se alastrar no Brasil. QUIZ: você é uma pessoa mais rural ou mais urbana? Agrofloresta: saiba como produzir recuperando o meio ambiente Inovação no campo: aplicativo de celular permite acompanhar em tempo real o rebanho No Globo Repórter desta sexta (5), você conhece histórias de pessoas que decidiram trocar o dia a dia dos escritórios ou a estabilidade da carteira assinada para buscar a paz e o bem-estar em regiões mais calmas, apostando em novos negócios e em uma nova forma de viver. A repórter Lilia Teles subiu a serra de Teresópolis, no Rio de Janeiro, para conhecer uma executiva de grandes empresas que pediu demissão e, ao lado do marido, um ex-funcionário de plataforma de petróleo, decidiu aposentar o antigo estilo de vida para trabalhar com produtos orgânicos. Também no Rio, Lilia acompanhou a nova rotina de uma jornalista, que trocou o sonho de ir para São Paulo e ser produtora de eventos literários por uma espécie de 'ponte aérea' entre a Zona Sul da cidade e o interior do estado. Ela busca vários tipos de produtos - banana, queijos, palmito - para vender. A repórter ainda conversou com um jovem casal do interior do Paraná que investe na agrofloresta, uma forma de produzir recuperando o meio ambiente. E, em Lagoinha, uma cidade paulista de menos de 5 mil habitantes, conheceu Maurão, que migrou para a roça há 20 anos, e a família. Também no interior de São Paulo, Dirceu Martins apresenta o operador da Bolsa de Valores que se mudou para o interior para ter mais qualidade de vida e o produtor rural que investe em tecnologia para melhorar a vida no campo. Em Sergipe, Carla Suzanne fala com o advogado que se divide entre os processos e o agronegócio. Ele passa três dias por semana na capital e, nos outros dias, cuida de sua fazenda na Bahia. Assista ao programa completo acima! Casal se mudou para o interior Globo Repórter
Sat, 06 Mar 2021 03:28:35 -0000
FOTOS: veja os bastidores das filmagens do programa 'Caminho da Roça'

Os repórteres Dirceu Martins, Lilia Teles e Carla Suzanne contam histórias de brasileiros que decidiram mudar de vida e trocaram a cidade grande pelo interior. Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter Bastidores Globo Repórter
Sat, 06 Mar 2021 03:20:50 -0000
Agrofloresta: saiba como produzir recuperando o meio ambiente
Neste sistema, as pessoas entram apenas com conhecimento - não adicionam adubo, nem agrotóxico - e ajudam a acelerar o crescimento das plantas. A poda é parte importante; árvores de crescimento rápido são plantadas primeiro para fazer sombra e produzir material orgânico. Jovem casal se muda para o interior do Paraná e investe na criação de agrofloresta Nesta sexta (5), o Globo Repórter conta histórias de brasileiros que trocaram a vida nas grandes cidades pelo campo e um jovem casal do Paraná é um deles. A bióloga Gabriela e o designer gráfico Eduardo se mudaram com os dois filhos para uma propriedade da família dela em Sabáudia, a 40 quilômetros de Londrina. Juntos, eles querem transformar as terras em uma agrofloresta. Agrofloresta é uma forma de produzir alimentos recuperando o meio ambiente. "A gente planta as plantas que quer que dê algum tipo de retorno financeiro, que produza algum tipo de alimento para gente , ao mesmo tempo que a gente está colocando outras espécies que vão atrair a fauna e vão trazer mais flora para gente. É produzir recuperando o ambiente que está sendo utilizado", detalha o casal. Nos últimos quatro anos, a terra que antes era arrendada para a agricultura tradicional, está ganhando em vida e diversidade. A ideia é tornar a agrofloresta rentável em cinco anos, com apenas 12,5 hectares. No restante da propriedade, de 100 hectares, eles já têm uma grande floresta. Neste sistema, as pessoas entram apenas com conhecimento - não adicionam adubo, nem agrotóxico - e ajudam a acelerar o crescimento das plantas. A poda é parte importante da agrofloresta. Árvores de crescimento rápido são plantadas primeiro para fazer sombra e produzir material orgânico. "Ele se decompõe e se transforma em adubo para a planta e, quando ela está bem nutrida, ela não é atacada. Então é o meu inseticida. Não nasce mato aqui porque está coberto, então é o meu herbicida. É a minha água pois a água está nas plantas, então quando eu corto e coloco aqui, eu estou irrigando as plantas também", explica o biólogo responsável pela propriedade. A ideia é produzir um café especial no local, em meio a outras plantas. Para isso, eles estão escolhendo plantas que são companheiras para o café, que vão ajudar no seu crescimento. Veja mais na reportagem, no vídeo acima.
Sat, 06 Mar 2021 03:15:17 -0000
Mega-Sena pode pagar R$ 22 milhões neste sábado

Apostas podem ser feitas até as 19h em lotéricas ou pela internet. Valor da aposta mínima é de R$ 4,50. Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até as 19h Marcelo Brandt/G1 O concurso 2.350 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 22 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio ocorre às 20h deste sábado (6) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. A aposta mínima custa R$ 4,50 e pode ser realizada pela internet - saiba como fazer. Para apostar na Mega-Sena As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), em qualquer lotérica do país ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal – acessível por celular, computador ou outros dispositivos. É necessário fazer um cadastro, ser maior de idade (18 anos ou mais) e preencher o número do cartão de crédito. Probabilidades A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 4,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa. Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa. VÍDEOS: os vídeos mais assistidos do G1 nos últimos 7 dias
Sat, 06 Mar 2021 03:01:38 -0000
Ônibus pega fogo e fecha Anel Rodoviário em Belo Horizonte; veja o vídeo

Cerca de 30 pessoas estavam no veículo e ninguém se feriu Ônibus em chamas interdita Anel Rodoviário em BH Um ônibus da linha 3055, que faz o trajeto entre a Savassi, na Região Centro-Sul e a Região do Barreiro, em Belo Horizonte, pegou fogo na noite desta sexta-feira (5), no Anel Rodoviário. Cerca de 30 pessoas estavam no coletivo, segundo testemunhas. Ninguém se feriu. O motorista contou ao G1 que ouviu uma explosão no motor, o veículo parou e, na sequência, começou a pegar fogo. As chamas se espalharam rapidamente e, em poucos minutos, já tinham destruído todo o coletivo. Por causa do incêndio, a pista do Anel, na altura do bairro olhos D’Água, no sentido Vitória, foi interditada completamente por 20 minutos. Veículo da linha 3055 ficou totalmente destruído pelas chamas Reprodução/TV Globo O gerente da empresa esteve no local e contou que o ônibus tinha passado por manutenção nesta semana. “Nossas manutenções são quinzenais e há três dias o veículo foi todo vistoriado. Não sabemos o que pode ter causado o incêndio”, contou Jailson Gonçalves. Os vídeos mais vistos do G1 Minas nos últimos dias:
Sat, 06 Mar 2021 02:42:10 -0000
Homem é preso por estuprar esposa, em Belém
Prisão aconteceu no distrito de Mosqueiro, nesta sexta-feira, 5. Vítima disse que agressões e estupro aconteceu após ela pedir o término do relacionamento que perdurou por 19 anos. Um homem foi presos por abusar sexualmente de sua companheira, no distrito e Mosqueiro, em Belém. A prisão só aconteceu porque a vítima denunciou o agressor. De acordo com a Polícia Civil, a mulher do suspeito efetuou denúncias de violência doméstica de seu companheiro em fevereiro de 2021. A vítima contou que após pedir o término do relacionamento sofreu ameaça e foi agredida pelo parceiro, com que mantinha uma união estável de 19 anos. Após o cumprimento do mandado de prisão, o agressor foi encaminhado à delegacia para os procedimentos cabíveis e está à disposição da justiça paraense. Serviço A Delegacia Especializada de Atendimento á Mulher, em Belém, está localizada na Travessa Mauriti nº2393, entre as avenidas Duque de Caxias e Romulo Maiorana, no bairro do Marco. A Deam de Ananideua está na Travessa We 31, nº1112, bairro do Coqueiro. Mais informações pelos telefones: (91) 3246-6803 (Deam Belém) e (91) 98435-2596 (Deam Ananindeua). As denúncias também podem ser feitas em outras delegacias e pelo disque denúncia 181.
Sat, 06 Mar 2021 02:21:58 -0000
Temporada do Rota Inter TV estreia neste sábado revelando histórias e as belezas do interior do Rio

Programa, que já é sucesso no Rio Grande do Norte, chega à programação da Inter TV RJ às 14h10 deste sábado (6) sob o comando de Alyssa Gomes. Alyssa Gomes e os cinegrafistas Marcelo Santos (à direita de Alyssa) e Rogério de Paula durante as gravações do Rota Inter TV no interior do Rio Inter TV RJ/Divulgação Rota Inter TV O programa Rota Inter TV nasceu com identidade de explorador, numa incansável busca por novas rotas, que saem do senso comum e oportunizam incríveis descobertas. A temporada, que já é sucesso no Rio Grande do Norte, vai ser exibida na programação da Inter TV RJ durante os sábados de março, com estreia neste sábado (6), às 14h10, logo após o Jornal Hoje. Confira a chamada do programa abaixo. Rota Inter TV estreia neste sábado na programação da Inter TV RJ Alyssa Gomes é quem comanda as aventuras pelas rotas das cidades de Cabo Frio, Campos e Petrópolis, que comemora 178 anos no dia 16 de março com duas edições especiais de aniversário. Bastidores do programa Rota Inter TV, que estreia temporada neste sábado (6) percorrendo o interior do Rio. Alyssa Gomes ao lado dos cinegrafistas Rafael Quintão e Marcelo Santos Marcelo Santos/Divulgação Rota Inter TV "O programa já é um grande sucesso no Rio Grande do Norte e é uma grande honra estar à frente desse projeto, que a gente tá trazendo para o interior do Rio de Janeiro. A gente espera que todo mundo curta bastante, porque a gente curtiu muito as gravações", conta Alyssa, sem dar spoiler. Alyssa Gomes e equipes se aventuram pelas montanhas da Serra do Rio durante o Rota Inter TV Marcelo Santos/Divulgação Rota Inter TV A apresentadora, que já é conhecida do público que acompanha o telejornalismo da Inter TV, compartilha como é vivenciar essa experiência, que envolveu dinâmicas diferentes e muito aprendizado para a realização deste sonho. "Um sonho que começou já há alguns anos, quando eu pensava em migrar de um jornalismo diário para um programa de entretenimento, um programa semanal. Esse sonho começou a ser colocado em prática quando eu sai do jornalismo diário, no final de 2019, e comecei a estudar mais, comecei a trabalhar já nessa intenção, já vislumbrando um programa semanal na Inter TV. Então, trabalhei, aprendi, cresci, desenvolvi para hoje estar realizando esse sonho, de volta à emissora, que eu tanto gosto e que faz parte da minha vida. Estou feliz demais de poder voltar". Alyssa Gomes, apresentadora do programa Rota Inter TV no Rio de Janeiro Marcelo Santos/Divulgação Rota Inter TV Quanto à química da equipe para a realização de grandes rotas, Alyssa explica. "A maior parte da equipe é ou já passou pela Inter TV. Um ainda continua, que é o cinegrafista Rogério de Paula. Outros cinegrafistas que passaram são Marcelo Santos e Rafael Quintão. Vitor Garcia foi estagiário da Inter TV. E a gente tem o Felipe Krauss na edição, que é um profissional do jornalismo e também é um admirador da Inter TV e da nossa região. Então, tá todo mundo muito feliz, coração batendo forte. Essa é a sensação, de felicidade". O Rota Inter TV, que vai ao ar às 14h10 deste sábado (6), também poderá ser conferido pelo Globoplay. Alyssa Gomes e o cinegravista Marcelo Santos durante gravação do programa Rota Inter TV Rafael Quintão/Divulgação Rota Inter TV
Sat, 06 Mar 2021 02:05:38 -0000

This page was created in: 0.02 seconds

Copyright 2021 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info