Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Estrutura de shopping popular no sul da Bahia começa a ser demolida quase um ano após parte de obra desabar

Construção fica na cidade de Itabuna. Obra inacabada desabou duas vezes, em 2014 e 2018, e começou a ser demolida nesta terça-feira (25). Shopping Popular de Itabuna começa a ser demolido após dois desabamentos parciais A estrutura de uma obra inacabada do Shopping Popular de Itabuna, no sul da Bahia, começou a ser demolida no final da tarde desta terça-feira (25). A ação é feita quase um ano após parte da construção desabar pela segunda vez. A construção começou em 2014. O primeiro desabamento foi em novembro de 2016 e a obra foi abandonada depois disso. O segundo desabamento foi em julho de 2018. Nas duas ocasiões, ninguém ficou ferido. A maior parte do trabalho de demolição será para retirar os escombros, o que pode levar até três dias. Uma equipe do Corpo de Bombeiros também trabalha na demolição, jogando água para rescaldar a poeira tóxica no local. Estrutura de shopping popular no sul da Bahia começa a ser demolida quase um ano após parte de obra desabar Reprodução/TV Bahia O trânsito para veículos foi interditado na Avenida Inácio Tosta Filho, onde está localizado o obra do shopping. O tráfego de pedestres no entanto, é liberado. O investimento inicial para a construção do shopping era de R$ 1,9 milhão, mas com aditivos passou para R$ 2 milhões. O prédio tinha três andares e 150 boxes para abrigar os camelôs que atualmente ocupam a praça Adami, em Itabuna. Imagem mostra como ficou o shopping popular no ano passado, ao desabar pela segunda vez Raphael Marques/TV Santa Cruz
Wed, 26 Jun 2019 00:39:15 -0000
Site do governo sai do ar; Bolsonaro ainda não assinou novo decreto das armas
O site da Imprensa Nacional, responsável por publicar o "Diário Oficial da União" com atos do presidente da República e dos ministérios, saiu do ar nesta terça-feira (25). O presidente Jair Bolsonaro viaja para o Japão na noite desta terça e, com o site fora do ar, ainda não foi publicado o novo decreto sobre porte de armas. As idas e vindas do presidente sobre o tema afetaram a discussão sobre o assunto no Senado. Na noite desta terça, o presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), divulgou a pauta de votações desta quarta, que prevê um projeto sobre medidas de combate à corrupção. O segundo item é um projeto escrito na noite desta terça pelo senador Marcos Rogério (DEM-RO), que permite o porte de arma em todo o perímetro das propriedades rurais. O projeto teria de passar, primeiro, pela CCJ. Diante disso, se houver dificuldade de votá-lo nesta quarta, deve entrar na pauta um outro projeto, do ex-senador Wilder Morais, cujo teor é semelhante. Abuso de autoridade O primeiro item da pauta é o projeto das dez medidas de combate à corrupção, já aprovado pela Câmara. Entre outros pontos, trata do abuso de autoridade e fixa prazo de dez dias para os pedidos de vista de processos na Justiça. Hoje, pedidos de vista podem demorar até mais de um ano.
Wed, 26 Jun 2019 00:38:58 -0000
VÍDEOS: Jornal Tapajós 2ª edição de terça-feira, 25 de junho

Assista aos vídeos do telejornal. Assista aos vídeos do telejornal.
Wed, 26 Jun 2019 00:37:54 -0000
Reino Unido divulga prestação de contas da família real
No último ano, a monarquia custou aos contribuintes 67 milhões de libras, mais de R$ 320 milhões. Em 2019, a despesa deve aumentar com a reforma de castelos. Gastos da realeza britânica aumentam 41% em relação ao ano passado A realeza britânica divulgou, nesta terça-feira (25), os gastos da família real. Em comparação com os do ano passado, subiram mais de 40%. E o custo da reforma da casa do príncipe Harry e da duquesa Meghan Markle provocou polêmica. A vista não alcança todas as posses da rainha. Elizabeth II é dona de metade do litoral do Reino Unido e de uma coleção de propriedades. A Regent Street, por exemplo - uma das ruas de comércio mais tradicionais do mundo - é quase toda dela. Essa e outras posses caíram no colo da rainha: são uma herança de quase um milênio. Em 1066, a realeza tomou para si todas as terras inglesas não demarcadas. Séculos depois, a família real abriu mão de boa parte do lucro dessas propriedades. A lei determina que Elizabeth II receba 15% do total - o governo fica com o resto. Mas esse percentual vai subir para 25% durante uma década para bancar a reforma no Palácio de Buckingham, que está caindo aos pedaços O balanço divulgado nesta terça-feira (25) mostra que a monarquia custou aos contribuintes no último ano 67 milhões de libras, mais de R$ 320 milhões. Os monarquistas argumentam que isso representa só uma libra por morador do país, mas um grupo republicano enxerga um custo moral embutido nessa conta. O movimento anti-monarquista diz que as propriedades da família real são públicas por direito e que, em vez de gastar todo o lucro com várias famílias, o governo gasta muito com uma só. A controvérsia ficou maior em 2019 por causa do príncipe Harry e de Meghan Markle. A reforma da nova residência do casal custou o equivalente a R$ 12 milhões. Os republicanos argumentaram que seria um escândalo se um deputado gastasse o dinheiro do contribuinte na reforma da sua casa. A Coroa defendeu que o fundo da rainha prevê gastos com a manutenção de propriedades da realeza e não gastou mais saliva com o assunto.
Wed, 26 Jun 2019 00:36:21 -0000
Balsas colidem em rio do PA; testemunhas dizem que pilotos apostaram corrida; veja o vídeo
O acidente aconteceu por volta das 6h da manhã. De acordo com quem viajava na embarcação, os pilotos disputavam para ver quem atracaria primeiro. Balsas colidem em Barcarena Duas balsas colidiram nesta terça-feira (25) perto do Porto de Arapari, em Barcarena, nordeste do estado. Toda ação foi registrada por um dos passageiros. O acidente aconteceu por volta das 6h da manhã. De acordo com quem viajava na embarcação, os pilotos disputavam para ver quem atracaria primeiro. O vídeo, feito pelo consultor de vendas Marcelo Bezerra, mostra o exato momento em que as balsas colidem. Ninguém ficou ferido, apesar do grande susto. A Capitania dos Portos vai abrir inquérito para apurar o acidente. Caso a imprudência seja comprovada, a Agência de Regulação de Controle (Arcon) será comunicada para que sejam aplicadas as punições previstas nas resoluções da Arcon.
Wed, 26 Jun 2019 00:32:22 -0000
VÍDEOS: JA 2ª Edição desta terça-feira, 25 de junho

Veja os vídeos do telejornal com as notícias do Tocantins. Veja os vídeos do telejornal com as notícias do Tocantins.
Wed, 26 Jun 2019 00:30:57 -0000
Seis pessoas ficam feridas após carro invadir casa na Zona Oeste de Manaus

Uma mulher foi arrastada pelo veículo. Um dos passageiros do carro ficou preso nas ferragens do carro. Carro desgovernado chegou a arrastar jovem de 19 anos Rickardo Marques/G1 AM Seis pessoas ficaram feridas depois que um carro desgovernado invadiu uma casa na noite desta terça-feira (25) no bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus. Uma jovem de 19 anos que estava em frente à residência foi arrastada pelo veículo, que ficou tombado no local. O carro modelo Gol de cor prata descia a Rua Vitória Régia, por volta das 18h, quando o condutor perdeu o controle. Desgovernado, o veículo invadiu uma casa situada no cruzamento com a Rua Ambrósio Ayres. Uma moradora do local, de 19 anos, foi arrastada pelo carro. Ela foi conduzida para uma unidade de saúde por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Outras cinco pessoas que estavam no veículo também ficaram feridas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, um dos ocupantes ficou preso nas ferragens depois que uma estaca de madeira atravessou o seu tórax. Ele foi socorrido em estado grave. Ainda segundo a corporação, não houve registro de feridos dentro da residência. Até as 20h, a Rua Ambrósio Ayres permanecia interditada e o carro tombado no quintal da casa. Agentes do Departamento de Polícia Técnico Científica (DPTC) e do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) foram acionados e isolaram a área.
Wed, 26 Jun 2019 00:30:16 -0000
VÍDEOS: Jornal Anhanguera 2ª edição desta terça-feira, 25 de junho

Veja todas as notícias do telejornal da TV Anhanguera. Veja todas as notícias do telejornal da TV Anhanguera.
Wed, 26 Jun 2019 00:28:58 -0000
STJ nega habeas corpus a prefeito preso por lavagem de dinheiro, corrupção e fraude em Camaragibe

Pedido de liberdade feito pela defesa de Demóstenes Meira (PTB) foi negado pelo ministro Jorge Mussi, da quinta turma do Superior Tribunal de Justiça. Demóstenes Meira (PTB) foi preso por suspeita de corrupção, lavagem de dinheiro, fraude em licitação e organização criminosa Reprodução/TV Globo O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou nesta terça-feira (25) um habeas corpus (pedido de liberdade) impetrado pela defesa do prefeito afastado de Camaragibe, Demóstenes Meira (PTB). Ele foi preso na quarta-feira (20) com mais quatro pessoas por suspeita de corrupção, lavagem de dinheiro, fraude em licitação e organização criminosa. A decisão foi tomada pelo ministro Jorge Mussi, da quinta turma do STJ. Além de negar a liminar pedida pela defesa, ele requisitou informações e, posteriormente, vista do Ministério Público Federal (MPF). Na justificativa para entrar com o pedido de liberdade para o prefeito afastado, a defesa alegou que Meira sofre de problemas psicológicos. Sobre o resultado da decisão do STJ, o G1 entrou em contato com a assessoria dos advogados e aguarda retorno. Meira e os outros dois presos na Operação Harpalo foram encaminhados ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife. Outras duas mulheres foram presas na Colônia Penal Feminina do Recife. (Veja vídeo abaixo) Prefeito de Camaragibe, que está preso, é suspeito de fraudes de mais de R$ 60 milhões O rombo nas contas do município devido à atuação do grupo preso pode chegar a R$ 60 milhões, segundo o Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) e a Polícia Civil. No dia em que Meira foi preso e afastado por 180 dias, a vice-prefeita de Camaragibe, Nadegi Queiroz (DC), tomou posse e assumiu o lugar de Demóstenes. Além de Meira, sua noiva, a cantora Taty Dantas, que também era secretária de Assistência Social do município, também é investigada. Ela e mais 18 secretários e chefes de órgãos foram exonerados. O casal se envolveu em uma polêmica após a divulgação de um áudio de Meira exigindo a presença de servidores comissionados em um show da cantora, na semana pré-carnavalesca. Na gravação, ele disse que iria filmar e contar quantos funcionários foram à festa. (Veja vídeo abaixo) Prefeito de Camaragibe exige presença de comissionados em show da noiva durante prévia Operação Harpalo A Operação Harpalo, que prendeu Meira, começou em dezembro de 2018 e investiga o superfaturamento em contratos da prefeitura de Camaragibe. A primeira fase foi deflagrada em março de 2019. Na segunda fase da operação, deflagrada na quinta (20), a Polícia Civil constatou um conluio entre empresas que pertenciam a uma mesma pessoa para disputar processos licitatórios da prefeitura de Camaragibe para a manutenção de escolas públicas. Depois de uma dispensa de licitação, a empresa escolhida foi a de Carlos Augusto Bezerra de Lima, também preso nessa etapa da operação. A empresa vencedora firmou um contrato de R$ 1,2 milhão. Desse total, foi constatado, ainda na primeira fase da operação, um desvio de R$ 117 mil. Na segunda fase, a polícia encontrou provas da amizade entre Meira e Carlos Augusto. Confira os nomes dos cinco presos Demóstenes Meira - prefeito de Camaragibe Severino Ramos da Silva - empresário Luciana Maria da Silva - esposa de Severino Carlos Augusto Bezerra de Lima da Silva - empresário Joelma Soares - esposa de Carlos
Wed, 26 Jun 2019 00:27:32 -0000
Líderes dos Estados Unidos e do Irã sobem o tom na guerra verbal
Presidente iraniano disse que as atitudes da Casa Branca mostram que ela é ‘retardada mental’. Foi uma resposta às sanções dos EUA para bloquear recursos aiatolá Ali Khamenei. Líderes dos Estados Unidos e do Irã sobem o tom na guerra verbal A guerra verbal entre os presidentes dos Estados Unidos e do Irã subiu de tom. O presidente iraniano disse categoricamente que as atitudes da Casa Branca mostram que ela é “retardada mental”. Foi uma resposta às sanções dos Estados Unidos para bloquear recursos do líder supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei e de outros integrantes do governo. Hassan Rouhani disse que isso não tem efeito prático porque Khamenei não tem bens ou dinheiro fora do Irã e que as sanções fecharam as portas da diplomacia. Donald Trump declarou que o pronunciamento iraniano foi um insulto e afirmou que um ataque do Irã a qualquer alvo americano vai ser respondido com força, que pode ser destruidora. O Irã ameaça desrespeitar partes do acordo nuclear internacional e aumentar o estoque de urânio enriquecido além do limite que o país tinha concordado em manter. A tensão com os Estados Unidos começou depois que Donald Trump retirou os americanos desse acordo, em 2018, e voltou a impor sanções contra os iranianos. Rouhani perguntou: “Por que os americanos estão preocupados? Não foram eles que disseram que o acordo era ruim?”. A preocupação é mundial. Representantes da França e da Inglaterra defenderam o respeito ao acordo para manter o Oriente Médio livre da ameaça nuclear.
Wed, 26 Jun 2019 00:26:49 -0000

This page was created in: 0.01 seconds

Copyright 2019 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info