Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Piauí é segundo estado do Nordeste e o sexto do país com maior índice de isolamento social

Os dados são da startup In Loco, empresa que faz levantamento através do georeferenciamento das pessoas via satélite. Avenida Frei Serafim, no Centro de Teresina Alejandro Fernandes/TV Clube O Piauí é o sexto estado do Brasil e o segundo do Nordeste com o maior índice de isolamento social, segundo a startup In Loco. Segundo os dados fornecidos pela empresa, no último sábado (4), em média 60,5% dos piauienses respeitaram as medidas de proteção contra o novo coronavírus e permaneceram em casa. O estado possui, até o momento, quatro óbitos e 26 casos confirmados da Covid-19. Veja serviços afetados pelo coronavírus no Piauí O que fazer e para onde ir em caso de aparecimento dos sintomas Acompanhe a evolução da curva epidêmica no estado Conforme o mapa informado pela startup, no Nordeste, o estado onde a população segue com maior rigor a quarentena é o Ceará, com um índice de 61,7%. No país, os estados com o maior número de pessoas em isolamento social são: Distrito Federal, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Ceará. Mapa com os índices de isolamento social Divulgação /Governo do Piauí O presidente da Empresa de Processamento de Dados de Teresina (Prodater), Eduardo Aguiar, explicou que o levantamento é feito através do georeferenciamento das pessoas via satélite. No último sábado (4), o isolamento social voltou a crescer na capital piauiense e atingiu 61%. “Nós estamos realizando um monitoramento através do georeferenciamento dos aparelhos celulares para toda a cidade. Nós conseguimos fazer isso por região. Quando a pessoa passa mais de sete horas por dia em um local, o sistema identifica que é a sua residência. Quando ela locomove 450 metros, o sistema identifica que houve um descumprimento do isolamento social”, comentou. O governador Welington Dias chegou a comunicar que pretende usar o equipamento de geolocalização para detectar aglomerações e fluxo de pessoas neste período da Semana Santa. Segundo ele, as medições ocorrerão principalmente nas cidades de Teresina, Parnaíba, Picos e Floriano. "Identificando as aglomerações, vamos encaminhar equipes para tomar as devidas providências. Será um ano diferente e por isso, nesta Semana Santa vamos evitar viajar", declarou. Isolamento social e decretos de calamidade Para evitar a contaminação pelo vírus, o isolamento social e medidas emergenciais foram determinadas por meio de decretos do governo do estado e das prefeituras, como na capital piauiense, para que a população fique em casa e evite ao máximo ir às ruas. Policiais fazem abordagens nas fronteiras do estado a ônibus e veículos particulares. Escolas, universidades e a maior parte do comércio, assim como serviços públicos, suspenderam as atividades. Os decretos preveem que quem descumprir as regras pode ser penalizado com multa ou até prisão. Prevenção, contágio e sintomas Lavar bem as mãos é a maneira mais eficaz de evitar o contágio Getty Images via BBC Lavar as mãos de forma correta (veja vídeo), uso de álcool em gel, máscaras, evitar contato pessoal e aglomerações de pessoas são algumas das orientações para evitar o contágio da doença. É importante também ficar atendo quanto às formas de transmissão do vírus e os sintomas. O infográfico abaixo ilustra algumas das formas de se prevenir: Dicas de prevenção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text
Tue, 07 Apr 2020 18:06:39 -0000
Hospitais privados deverão fornecer equipamentos de proteção a médicos em até 72 horas
Determinação é do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais. Descumprimento pode gerar multa diária de R$ 1 mil. Os hospitais da rede privada de Minas Gerais são obrigados a fornecer, em até 72 horas, os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) a todos os médicos. A determinação é do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT-MG) que concedeu tutela de urgência a pedido feito pelo Sindicato dos Médicos do Estado de Minas Gerais, para evitar o contágio da categoria pelo novo coronavírus. Entre os EPIs que deverão ser fornecidos, estão máscaras N95 ou PFF2, luvas, capote descartável, aventais, óculos e demais equipamentos necessários – em conformidade com as diretrizes da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde. A utilização também deverá ser fiscalizada. O descumprimento implica em multa diária de R$ 1 mil por trabalhador prejudicado. Segundo a decisão, a dificuldade para aquisição dos equipamentos não deve servir de justificativa para “minimizar a proteção à saúde e à vida dos trabalhadores que estão se colocando, em momento crucial, à serviço da sociedade”. Mantidos procedimentos eletivos A decisão, no entanto, manteve os procedimentos eletivos, que o Sinmed pretendia suspender. Segundo a decisão, não houve nos autos elementos concretos, claros e específicos para que a suspensão. Além disso, a suspensão temporária de procedimentos eletivos é uma estratégia recomendada e não determinada pelas autoridades da Anvisa. O G1 aguarda posicionamento do Sinmed-MG e a Associação e Sindicato dos Hospitais, Clínica e Casas de saúde MG sobre a decisão.
Tue, 07 Apr 2020 18:05:24 -0000
Amazonas tem 104 novos casos confirmados de coronavírus; total salta para 636
Dos casos confirmados, 40% dos pacientes estão internados. O número de casos confirmados do novo coronavírus no Amazonas subiu para 636. Os números foram anunciados pela Fundação de Vigilância em Saúde, na tarde desta terça-feira (7). O estado já tem 23 óbitos por Covid-19. Dos casos confirmados, 40% dos pacientes estão internados. Até a último levantamento divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), nessa segunda-feira (6), o número de casos confirmados do novo coronavírus no Amazonas era de 532. O aumento foi de 104 em menos de 24 horas. O interior tem 76 casos, com destaque para Manacapuru, com 42. São 560 casos confirmados só em Manaus. Deles, 256 estão internados, entre leitos clínicos e UTI na rede particular e no Hospital Delphina Aziz - que se tornou a unidade de referência da Covid-19 no estado. Dos internados, 46 estão em quadro grave, sob monitoramento em UTI.
Tue, 07 Apr 2020 18:04:04 -0000
Um mês após morte de Dj agredido em festa, familiares e amigos usam cartazes para cobrar justiça

Rikelmy Oliveira Lemos, de 19 anos, morreu após ficar 12 dias internado em uma UTI de Goiânia. Mãe cobra justiça: ‘Sensação de impotência’. Familiares e amigos de Dj morto após ser agredido em festa usam cartazes para cobrar justiça em Goiás Montagem/G1 Um mês depois da morte do Dj Rikelmy Oliveira Lemos, de 19 anos, familiares e amigos usaram cartazes para cobrar justiça pela morte do Dj. Rimely morreu após ficar 12 dias internado depois de ser agredido por um suposto lutador em uma festa de carnaval, em Goiânia. Mãe do Dj, Odinéia Cardoso aguarda resposta da justiça, mas disse que sente uma sensação de “impotência”. “Como eu me sinto é a parte mais difícil. É uma sensação de impotência, uma sensação que a justiça não faz nada. É uma agonia você esperar por uma justiça que parece que fechou os olhos, porque não são 30 dias, são 43 dias. É difícil para uma mãe acreditar na justiça”, disse. Dj Rikelmy Oliveira Lemos Reprodução/Facebook O DJ Rikelmy Oliveira Lemos foi golpeado com um chute no rosto no dia 24 de fevereiro, quando voltava de uma festa de carnaval, no Setor Marista, em Goiânia. Ele ficou 12 dias internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), teve a morte confirmada por complicação no quadro clínico, no dia 7 de março. O suspeito da agressão, lutador de taekwondo Lucas Oliveira Martins, de 24 anos, chegou a prestar depoimento à polícia, que descartou a alegação dele de legítima defesa, mas não foi preso. O G1 não conseguiu contato com a defesa do suspeito. Lucas Vieira, suspeito de agredir o Dj Rikelmy Lemos com chute no rosto, em Goiânia Reprodução/TV Anhanguera Investigação O delegado Leandro Pinheiro informou que finalizou o inquérito no dia 16 de março e indiciou Lucas por homicídio qualificado. No entanto, segundo o delegado, Lucas ainda não é considerado foragido. O processo está à disposição do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO). A reportagem entrou em contato com o Tribunal de Justiça para falar sobre o fato do suspeito da agressão não ter sido preso, mas foi informada pela assessoria que o caso corre em segredo de Justiça. Um vídeo, divulgado pela Polícia Civil em março, mostra que o lutador indiciado por agredir e matar o DJ, embarcou no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia, com destino a Houston, nos Estados Unidos Dias antes de viajar, a Polícia Civil divulgou imagens que mostram quando Rielmy é agredido por um suposto lutador após uma festa em Goiânia. Na imagem é possível ver que o DJ entra no meio da confusão para tentar separar a briga. Ele passa a receber chutes e socos e já cai ao chão desacordado. Veja outras notícias da região no G1 Goiás.
Tue, 07 Apr 2020 18:02:57 -0000
Em um dia, Pernambuco confirma 129 novos casos de coronavírus, chegando a 352; estado teve 34 mortes

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, resultados foram analisados pelo estado e por laboratórios privados. Amostra do coronavírus, Sars-Cov-2, isolado em laboratório Hannah A Bullock; Azaibi Tamin/CDC Somente nesta terça-feira (7), Pernambuco confirmou mais 129 casos da Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus. Com esse número, o estado passa a ter 352 pacientes oficialmente com a doença. Outros quatro óbitos também foram confirmados, fazendo com o que o número de pessoas que faleceram com a enfermidade no estado suba para 34. Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus Coronavírus: confira perguntas e respostas Saiba como estão os serviços no estado De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), a alta nas confirmações “demonstra a ampliação da testagem do novo coronavírus". Além do Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco, que teve resultados positivos em 69 testes, há, também, laboratórios privados que liberaram 60 resultados positivos incluídos no boletim desta terça (7). Ainda segundo a SES, um dos quatro pacientes com a Covid-19 que tiveram o óbito confirmado nesta terça faleceu na sexta (3). Otras três pessoas morreram no sábado (4). Os pacientes tinham entre 51 e 85 anos. A SES informou, também, que dois dos óbitos foram de moradores da capital pernambucana, enquanto outras duas pessoas viviam nas cidades de Catende e Macaparana, na Zona da Mata do estado. Os dois municípios, até então, não tinham entrado nas estatísticas da Covid-19. Confira os novos óbitos confirmados Homem, de 85 anos, morador do Recife. Morreu no dia 3 de abril. Era tabagista, cardiopata e sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) anteriormente. Mulher, de 68 anos, moradora de Catende. Morreu no dia 4 de abril. Era cardiopata e tinha hipertensão e diabetes. Homem, de 73 anos, morador de Macaparana. Morreu no dia 4 de abril. Era tabagista, hipertenso e diabético. Homem, de 51 anos, morador do Recife. Morreu no dia 4 de abril. Tinha doença no fígado e era transplantado renal. Até a última atualização desta reportagem, a SES não havia divulgado os locais de residência dos novos pacientes com coronavírus. O número de curas clínicas também não havia sido divulgado pelo estado. Dicas de prevenção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text
Tue, 07 Apr 2020 18:00:11 -0000
Acaba o confinamento em Wuhan, primeiro epicentro da Covid-19

Moradores poderão sair da cidade, mas precisam levar um smartphone com um aplicativo que tem informações sobre a saúde deles e quais foram as interações sociais que tiveram. Mulher usando máscara gesticula em uma rua de Wuhan, na China Hector Retamal/AFP O confinamento que serviu como modelo para países que combatem a Covid-19 no mundo acabou depois de 11 semanas: as autoridades da China passaram a permitir, nesta terça-feira (7) que os moradores de Wuhan possam sair e entrar na cidade pela primeira vez desde o início da pandemia. China tem primeiro dia sem mortes por novo coronavírus Os 11 milhões de residentes podem sair sem autorização especial, mas precisam ter um aplicativo de telefone que carrega dados a respeito de sua saúde e de controle de seus movimentos, para checar se eles não estiveram em contato com uma pessoa infectada. China registra primeiro dia sem mortes desde o início da crise do coronavírus, em janeiro Houve um espetáculo de luzes para marcar a ocasião. As pontes, túneis e outas vias da cidade tiveram trânsito, e centenas de pessoas tomaram trens e pegaram voos para sair da cidade. Primeiro epicentro da doença A maior parte das mortes que aconteceram na China foram nessa cidade, mas os números diminuíram –nesta terça-feira (7), não houve nenhum óbito pela Covid-19. Durante os 76 dias de confinamento, os moradores de Wuhan só podiam sair de suas casas para comprar comida ou fazer tarefas absolutamente necessárias. Alguns podiam sair da cidade, mas só se tivessem documentos que provassem que isso era imprescindível e que eles não representavam um risco à saúde de ninguém. Outras regiões da província de Hubei, onde fica Wuhan, puderam começar a sair há três semanas, desde que pudessem provar que não estavam infectados. Situação na China O país asiático, onde o novo coronavírus, o Sars-Cov-2, surgiu no fim de 2019, informou sua primeira morte por Covid-19 no dia 11 de janeiro. Desde então, registrou 3.331 óbitos. Porém, o número diário de mortes está caindo há semanas e na segunda-feira (6) ocorreu apenas uma morte. Nesta terça-feira, não houve nenhuma. Os novos casos de contágio na China continental também têm caído desde março, mas o país enfrenta uma segunda onda de infecções provocada por viajantes que chegam do exterior. Apenas nesta terça foram confirmados 32 novos casos de contágio desse tipo. A Comissão Nacional de Saúde afirma que o país registra mil 'casos importados'. Foram registrados 30 novos pacientes assintomáticos, o que eleva o total de infectados no país a 1.033. O levantamento da universidade americana Johns Hopkins aponta que o novo vírus já atingiu 1,3 milhão de pessoas e já deixa 74,8 mil mortos. Initial plugin text
Tue, 07 Apr 2020 18:00:09 -0000
Lei que suspende cobrança de empréstimos de servidores durante pandemia da Covid-19 é sancionada no interior do AC

Lei é de autoria do legislativo e tem validade de 90 dias, podendo ser prorrogado por igual período. Lei que suspende cobrança de empréstimos de servidores durante pandemia da Covid-19 é sancionada no Bujari Ascom/Prefeitura do Bujari Com o intuito de minimizar os efeitos socioeconômicos da pandemia da Covid-19, a Prefeitura do Bujari sancionou uma lei que suspende a cobrança de empréstimos consignados feitos pelos servidores públicos do município junto a instituições financeiras pelo prazo de 90 dias. A lei foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) desta segunda-feira (6) após ser aprovada na Câmara de Vereadores do Bujari, na última semana. O município ainda não notificou nenhum caso suspeito do novo coronavírus, mas já decretou situação de emergência, conforme informou o secretário de Gestão e Planejamento, Eder Fidelis. “O decreto é uma preocupação com os servidores do município. A prefeitura tem buscado estratégias para passarmos por esse momento de pandemia”, informou. O prazo de 90 dias pode ser prorrogado por igual período ou até enquanto durar o estado de calamidade pública. Além disso, a lei determina que as parcelas que não forem pagas durante esse período devem ser descontadas ao final do contrato sem a cobrança de juros ou multas. O secretário ainda informou que está sendo desenvolvido um trabalho de conscientização aos moradores através de carros volantes e divulgação em redes sociais para tentar que a doença não chegue no município. “Acreditamos que tenha tido efeito porque, até o momento, ainda não tivemos nenhum caso suspeito”, acrescentou. Um projeto de lei que suspende a cobrança desse tipo de empréstimo também já tinha sido aprovado na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na última semana, referente aos servidores públicos estaduais. Covid-19 no AC Em todo estado já foram confirmados 48 casos, segundo o último boletim da Secretaria de Saúde do Acre (Sesacre), divulgado neste domingo (5). Dos casos confirmados, 38 são na capital, Rio Branco, nove em Acrelândia e um em Porto Acre, no interior do estado. O número de casos notificados é 628. Porém, no mesmo boletim, a Saúde diz que 26 dos pacientes já podem ser considerados recuperados, ou seja, não apresentam mais o vírus no organismo, configurando, assim, uma taxa de recuperação de 54% dos pacientes. Os dois novos casos confirmados são de Rio Branco, sendo duas mulheres aposentadas, uma de 81 anos e outra de 75. As duas tiveram contato com outros casos positivos. Initial plugin text
Tue, 07 Apr 2020 17:59:34 -0000
Governo de MT decreta ponto facultativo e atividades só serão retomadas na segunda-feira (13)

Serviços considerados essenciais, como saúde e segurança, continuam funcionando normalmente. Os órgãos públicos de Cuiabá também devem funcionar nessa quinta-feira (9). Sede do governo do estado de Mato Grosso, o Palácio Paiaguás, em Cuiabá. Daniel Meneguini / Secom-MT O governo de Mato Grosso decretou ponto facultativo nessa quinta-feira (9) devido ao aniversário de Cuiabá, comemorado nessa quarta-feira (8), e a Sexta-feira Santa (10). No dia seguinte, é o Sábado de Aleluia (11), que antecede o domingo de Páscoa (12). As atividades estaduais só devem voltar a funcionar na segunda-feira (13). A maioria dos funcionários estão em trabalho home office. Segundo governo, o Decreto nº 439, publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (7), considera a tradição católica da data, conhecida como a Quinta-feira Santa. Apesar da emenda dos feriados, os serviços considerados essenciais, como saúde e segurança, continuam funcionando normalmente. Os órgãos públicos de Cuiabá também devem funcionar nessa quinta-feira (9), segundo a prefeitura. Nas agências bancárias, segundo o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários e do Ramo Financeiro do Estado de Mato Grosso (SEEB-MT), também não haverá atendimento. A Federação Brasileira de Bancos (FENABRAN) disse que as contas de consumo, como de água, energia, telefone, e os carnês que tiverem essas datas como vencimento, poderão ser pagos no primeiro dia útil após o feriado. Os serviços de caixa eletrônico, internet banking, mobile banking e de banco por telefone estarão disponíveis. A Câmara dos Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL) informou que os comércios autorizados a abrir durante a pandemia do novo coronavírus poderão funcionar normalmente tanto no aniversário da capital, como na quinta-feira. O funcionamento do comércio só não é permitido por Lei nos feriados civis e religiosos, como a Sexta-feira Santa. Veja mais notícias do estado no G1 Mato Grosso.
Tue, 07 Apr 2020 17:57:09 -0000
Vídeo mostra fila extensa em lotérica de Campinas durante quarentena contra coronavírus

Lotéricas estão abertas, conforme determinação do governo municipal, mas orientações para espaço entre as pessoas nas filas não tem sido cumprida. Cidade tem 68 casos confirmados, 4 mortes e outros 882 suspeitos. Morador do Campo Grande, em Campinas, registra aglomeração de pessoas em fila de lotérica Um vídeo flagrou uma extensa fila de pessoas em uma lotérica na região do distrito do Campo Grande, em Campinas (SP), na manhã desta terça-feira (7). Houve aglomeração, contrariando as recomendações das autoridades de saúde para conter o avanço do novo coronavírus. A cidade tem 68 casos confirmados, quatro mortes e outros 882 suspeitos aguardando exames. Últimas notícias de coronavírus de 7 de abril na região de Campinas MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil Coronavírus: veja perguntas e respostas A fila ocorreu próximo à Praça da Concórdia e passou por um supermercado, que também tinha pessoas na entrada. O isolamento social é importante para que o vírus não continue se espalhando, e as pessoas em fila, quando necessitarem de algum serviço, devem respeitar o distanciamento umas das outras. Tal cuidado não ocorreu no flagrante registrado nesta terça. 07/04: Fila de agência lotérica na região do distrito do Campo Grande, em Campinas, durante a quarentena contra o coronavírus. Reprodução/EPTV Veja mais notícias da região no G1 Campinas
Tue, 07 Apr 2020 17:56:38 -0000
Demanda por transporte rodoviário no país cai quase 40% por coronavírus, diz pesquisa

De acordo com o levantamento, demanda do agronegócio teve queda de 14,2%, ante baixa de 12,4% na semana anterior. BR-163, uma das principais rotas de escoamento da soja brasileira Marcos Santos/Agência Pará A queda na demanda por transporte rodoviário de cargas no Brasil se acentuou na última semana, com redução de quase 40% comparada ao movimento de antes das medidas contra o coronavírus, em meio ao impacto do fechamento de fábricas e comércios sobre as transportadoras, segundo pesquisa da associação de empresas NTC&Logística, divulgada nesta terça-feira (7). O levantamento, com cerca de 600 transportadoras, indicou baixa de 38,7% na demanda por transporte rodoviário entre os dias 30 de março e 5 de abril, ante redução de 26,9% aferida na pesquisa da semana anterior. "Até a semana passada, tinha muita coisa vendida, muita carga em movimento ainda, as paradas das empresas agora estão chegando, agora realmente está parado. O caminhão não carregou, vai ter que parar o caminhão mesmo", disse o responsável pela pesquisa da NTC, Lauro Valdivia, por telefone. A pesquisa da NTC indicou queda de 40,16% na demanda por transporte de cargas fracionadas, que atendem distribuidores, lojas de rua e shoppings, versus redução de 30,9% na semana anterior. Apontou ainda baixa de 39,2% em cargas lotação (caminhão fechado com um só produto), com impacto de menor demanda do comércio, indústrias, entre outros setores, versus recuo de 23,2% registrados no levantamento da semana anterior. "Essa queda maior já era esperada. Não sei se esse patamar vai se manter, é capaz de subir mais ainda. É consequência de tudo o que foi fechado, da paralisação das cidades que está acontecendo, cada vez mais empresas estão em férias coletivas", afirmou Valdivia. De acordo com a sondagem, a demanda por transporte do segmento do agronegócio teve queda de 14,2%, ante baixa de 12,4% na semana anterior. Mas o especialista ponderou que o agronegócio está sentindo menos, já que o setor está transportando uma safra recorde de soja para os portos, e a demanda externa segue firme. "Pode ser que um segmento ou outro do agronegócio que esteja sofrendo, mas os grãos respondem por 90% do agronegócio", disse ele, observando que não tem visto problemas para o transporte da soja, por exemplo. O levantamento da NTC indica recuo de 46,6% na demanda por transporte de produtos vendidos por lojistas, ante queda de 75% na semana anterior; e redução de 24,55% da demanda por mercadorias transportadas para supermercados, segmento este que havia visto uma singular alta de 23% na semana anterior. "São poucas as transportadoras que só fazem supermercados, elas entregam vários produtos. O que pode estar acontecendo é que as pessoas estocaram muita coisa na primeira e segunda semanas, e agora deu uma caída. Mas tem que esperar para ver como estão as vendas de supermercados", comentou. Medidas Segundo o presidente da NTC&Logística, Francisco Pelucio, o setor nunca enfrentou uma crise como esta. "É uma situação difícil, porque precisamos nos isolar para viver e, ao mesmo tempo, ter recursos para sobreviver... Sabemos que é difícil não sermos atingidos por essa crise, mas temos que continuar, dentro das possibilidades, abastecendo o país", declarou em nota. A NTC disse que vem trabalhando em conjunto com todas as entidades parceiras para cobrar do governo medidas que ajudem o setor de transporte de cargas neste momento. Entre as medidas, o setor quer a prorrogação de convenções coletivas de trabalho, com o objetivo de manter empregos, e melhores condições para adquirir créditos e negociar dívidas. Initial plugin text
Tue, 07 Apr 2020 17:55:57 -0000

This page was created in: 0.02 seconds

Copyright 2020 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info